10 filmes e documentários feministas que você precisa assistir

Da Redação SICOM – PET, Gabriela Ramos

 

1 – Olhos Grandes (2015)

 

 

Olhos Grandes (Big Eyes, em inglês) retrata a história de Margaret Keane, uma artista da década de 50, famosa por seus retratos de crianças com olhos grandes. Na trama, a pintora tem seu talento e autoria negados pelo próprio marido, Walter Keane, que afirma que os quadros eram pintados por ele, desencadeando assim um processo de divórcio entre os dois.

 

2 – As Sufragistas, 2015

 

 

As Sufragistas (Suffragette, em inglês) é um filme sobre o movimento sufragista que ocorreu na Inglaterra, entre os séculos  XIX e XX, pelo direito do voto das mulheres. A história é contada a partir da história de Maud, que conhece o movimento através de uma companheira de trabalho na lavanderia onde passou toda a sua vida sem reconhecer a necessidade pela luta por seus direitos e então decide reivindicá-los.

 

3 – Camille Claudel 1915, 2013

 

 

Juliette Binoche interpreta Camille Claudel,aprendiz e ex-amante do e cultor Auguste Rodin, em um filme biográfico sobre um período da vida da artista. Camille é internada por sua família em um manicômio, onde tenta diariamente provar que é sã e deve ser reinserida na sociedade.

 

4 – Filha da Índia, 2015

 

 

Filha da Índia (India’s Daughter, em inglês) é um documentário baseado no estupro coletivo e morte de uma mulher de 23 anos em Nova Delí, na Índia. O documentário fala sobre a vida de Jyoti Singh e também sobre os protestos que sua morte desencadeou por todo o país.

 

5 – She’s Beautiful When She’s Angry, 2014

 

O documentário She’s Beautiful When She’s Angry, retrata a história das mulheres que fundaram o movimento feminista nos anos 60. O documentário conta, através de vídeos originais, entrevistas e performances, a história de mulheres que foram em busca de seus direitos e de uma revolução mundial.

 

6 – As Hiper Mulheres, 2011

 

 

As Hiper Mulheres é um filme nacional que expressa bastante as relações de gênero na realidade dos índios da tribo Kuikuro, no Alto do Xingu. A história conta sobre o medo que um ancião da tribo tem de perder sua mulher e pede para que a comunidade realize pela última vez um ritual de canto para ela, e as dificuldades que as mulheres têm para realizar o mesmo.

 

7 – Persépolis, 2008

 

 

Persépolis é uma animação baseada na HQ autobiográfica de mesmo nome, escrita por Marjane Satrapi. O filme se passa durante o período da Revolução Iraniana e retrata a relação de Marjane, uma garota iraniana, com sua família, religião e sociedade desde seus oito anos, até a vida adulta.

 

8 – Tomates Verdes Fritos, 1992

 

 

No filme, Evelyn é uma dona de casa infeliz e menosprezada pelo marido. Durante suas visitas semanais à uma tia em um hospital ela conhece Ninny, uma senhora de 83 que compartilha muitas histórias com ela e acaba formando uma amizade intrigante. O filme explora bastante a questão de valores e da moral na sociedade.

 

9 – Terra Fria, 2005

 

O filme se passa no Minnesota, nos Estados Unidos, para onde Josey Aimes retorna com seus dois filhos após o divórcio e começa a trabalhar nas minas de ferro da região. Durante a trama, a protagonista e as poucas mulheres que ali trabalham têm de enfrentar diversas situações de assédio dos colegas homens.

 

 

10 – O Olmo e a Gaivota, 2015

 

 

O Olmo e a Gaivota é um documentário sobre Olivia, uma atriz que está ensaiando a peça “A Gaivota”, de Anton Tchekov e descobre que está grávida. A história então se desenvolve nos desafios que Olivia encontra na sua mente, corpo e carreira por conta da gravidez.

 

 

 

Daniele Fernandes

Daniele curte filmes e séries cult, e quando diz cult quer dizer coreano ou comédia romântica de Hollywood. Possui profundo conhecimento em economia, sabendo administrar suas famílias no The Sims 4.

Deixe uma resposta