Celacom traz nomes reconhecidos no campo da Comunicação

Tradicional evento sobre a Escola Latino-Americana de Comunicação contará com profissionais de diversos países
por Kelly De Conti Rodrigues

O XVI Colóquio Internacional da Escola Latino-Americana de Comunicação (Celacom) acontece entre os dias 8 e 10 de agosto. Esta é a primeira vez que a Unesp de Bauru sediará o evento, que ocorre anualmente. Para discutir sobre o “Pensamento Comunicacional Latino-Americano através da Literatura”, tema central desta edição, nomes de grande destaque farão parte das conferências e mesas redondas.
No primeiro dia, uma das principais referências da área da comunicação participará da conferência inaugural: o jornalista, sociólogo e tradutor brasileiro Muniz Sodré. O professor da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO – UFRJ) é um dos teóricos brasileiros mais respeitados no exterior.

Outra autoridade na área da Comunicação mundialmente reconhecida é José Marques de Melo, que estará no segundo dia do Celacom. O extenso currículo credencia o professor Marques como um dos principais nomes da história desse campo de estudo. Além de ser o primeiro Doutor em Jornalismo diplomado por universidade brasileira, ele esteve na equipe que fundou a Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA – USP). No período do Regime Militar no Brasil, Marques de Melo foi perseguido e precisou se refugiar nos Estados Unidos, onde defendeu seu primeiro Pós-Doutorado.
O Celacom também trará outros pesquisadores que são referência obrigatória nos cursos de Comunicação. Esse é o caso de Cremilda Celeste de Araújo Medina. Formada em Jornalismo e Letras na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), ela já trabalhou em vários órgãos de imprensa, como o Jornal da Tarde, de São Paulo. Atualmente, é professora da Universidade de São Paulo (USP), onde também fez Mestrado e Doutorado. Com cerca de 40 anos de experiência na área jornalística, Cremilda Medina é autora de livros clássicos como “Entrevista – O diálogo possível” e “Notícia – Um produto à venda”.
Na mesma mesa de Cremilda Medina, estará o atual presidente da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), Antonio Carlos Hohlfeldt. Ele também é sócio fundador da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor). Assim como Medina, ele já trabalhou como jornalista em vários veículos, como a revista IstoÉ. Hoje, continua aliando a experiência no mercado, colaborando com o Jornal do Comércio, com as pesquisas. Neste campo, aliás, ele escreveu livros importantes, como “Teorias da Comunicação”, da Editora Vozes.
Vários outros profissionais importantes estarão no evento, o que inclui pesquisadores de outros países. Nesse quesito entram nomes como Marcelo Fernández, Raquel Escobar e Pablo Escandón (Equador), Orlando Valdez López (Bolívia), Esmeralda Villegas (Colômbia) e Francisco Sierra Caballero (Espanha). Toda a programação e outras informações do Celacom estão no site: http://www.faac.unesp.br/celacom/

Deixe uma resposta