Cinema bate recorde no Brasil em 2011

Nunca o brasileiro foi tanto ao cinema quanto agora, revela uma pesquisa da consultoria especializada no assunto, a Filme B. O ano passado, as bilheterias faturaram 1,4 bilhão de reais com a venda de ingressos, desempenho é inédito no país há pelo menos três décadas.
Em 2011, 333 filmes lançados nas salas de cinema (26 a menos que em 2010) e venderam cerca de 141,7 milhões de ingressos, 5% a mais em relação ao ano anterior. Aumentou também o número de salas no país: quase 200 salas abriram no ano para atender o crescimento da demanda impulsionada pelos consumidores da classe C. As produções internacionais dominaram a lista dos dez filmes mais vistos. Com direção do brasileiro Carlos Saldanha, mas totalmente produzida nos Estados Unidos,
A animação “Rio”, dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanha, mas totalmente produzida nos Estados Unidos, liderou o ranking geral, com bilheteria de 68,7 milhões de reais – detalhe que os ingressos eram mais caros pelo filme ser em 3D. O faturamento foi superior ao blockbuster internacional Amanhecer e Harry Porter (veja a lista completa abaixo).
As 98 estreias de filmes nacionais arrecadaram juntas 164 milhões de reais, a segunda melhor renda dos últimos 20 anos. O público só perde para os de 2010 e 2003 (ano de “Carandiru”, “Lisbela e o Prisioneiro” e “Os Normais”).

Deixe uma resposta