Conhecendo o After Effects

Software permite ao usuário criar animações bidimensionais, adicionar efeitos aos projetos e interagir com outros programas
 
Da redação SICOM-PET, Víctor Barboza
after effects.png
O After Effects é um programa bastante utilizado na edição de videos devido  às várias utilidades oferecidas que vão desde a simples movimentação de imagens e textos até a integração com outros softwares de edição da Adobe, como o Photoshop, Illustrator ou ainda o Cinema 4D.
A interface ou layout do After Effects pode assustar em um primeiro momento, mas conforme o usuário vai criando intimidade com o programa e mexendo em suas ferramentas o espanto inicial fica para tras. O conhecimento da interface do After é um dos primeiros passos para começar a aprender a mexer no programa. Saber onde as ferramentas se encontram, o conteúdo de cada painel e janela, assim como as especificidades do programa são elementos fundamentais no processo de manuseio do AE.

(Interface do After Effeccts / Créditos: Víctor Barboza)

Composições, camadas e keyframes
 
(Interface do AE / Créditos: Víctor Barboza)
Assim como a maioria dos programas de edição (Audition, Sony Vegas, Premiere), o AE possui uma linha do tempo. Nesta área, uma ou mais camadas/layers são dispostas e formam uma composição. Sempre que um projeto for iniciado, uma nova composição deve ser criada e as configurações do video, tais como seu formato, qualidade e tempo devem ser definidas nesse momento, embora possam ser alteradas a qualquer instante.Uma composição abrange várias camadas, mas também pode conter outras composições, dessa forma, uma composição pode se tornar uma camada também. No trabalho com as camadas, os keyframes, espécies de quadros-chave, são amplamente utilizados. Essa ferramenta é usada no processo de animação e movimentação das imagens, graficos, textos, efeitos, opacidade e transição e etc.
Os keyframes delimitam o ínicio e final de determinado evento, por exemplo: a opacidade de uma imagem pode estar definida como 100% em um quadro e, no décimo quadro estar em 0% com uma nova keyframe selecionada, desaparecendo da tela. Apesar de ser importante ter a teoria em mente ao utilizar essa ferramenta, que tambem é usada em outros softwares (Premiere, Final Cut, Audition, Flash),o conceito de keyframe é melhor assimilado quando praticado.
Plug-ins, scripts e integração com outros programas
 
É possivel que ferramentas e efeitos complementares no processo de edição sejam adicionados ao After, são os plug-ins e scripts. O After Effects possui uma série de presets, mas a necessidade dos usuários fez com que muitos sites criassem extensões que possibiltam a criação de diversos efeitos que não estão inclusos no programa. Muitos sites se destacam na produção de plug-ins, como o Videocopilot e o RedGiant, que oferecem produtos, pacotes para download e vários tutoriais.
 
Andrew Kramer, criador do Videocopilot, começou a carreira com 20 anos como fazendo trabalhos como freelancer e com o passar dos anos seu website foi se desenvolvendo e seus tutoriais passaram a atingir um grande número de pessoas. O plugin Element 3D, desenvolvido por Kramer, chegou a ser usado na criação de planetas na sequência de Star Trek, dirigido por J.J. Abrams.
 
(Imagem do Plugin Optical Flares / Créditos: www.creativeblog.com)


(Imagem do Trapcode Particular / Créditos: www.creativeblog.com)

(Créditos: wolfcrow.com)
Um dos pontos positivos do After é a integração que este tem com outros programas da Adobe. Imagens e vetores feitos no Photoshop ou Illustrator, podem ser importadas no After. O Cinema 4D e o 3D MAX também permitem essa integração com After, o que torna possivel a criação de projetos que mesclam elementos 2D com o 3D.
Com o Premiere essa integração acontece através da opção Dynamic LInk. É possivel que um vídeo no Premiere seja substituido diretamente no After e, toda alteração feita no video neste programa, seja observada no outro.
Quanto tempo alguém leva para dominar o After Effects?
Não é possivel responder essa pergunta, por diversas razões. A primeira delas é a mais óbvia: cada um leva o seu tempo para aprender qualquer coisa, você pode aprender a manipular as ferramentas básicas do After rápidamente, mas conforme vai avançando no programa sua complexidade vai aumentando e, possivelmente, o tempo de aprendizagem é maior. A segunda: o After é um programa que, dependendo do que o usuário espera dele, exige disciplina e esforço para aprender, e isso leva tempo.
Confira alguns vídeos editados no AE que utilizam as ferramentas citadas
Tutoriais 
 
Na internet é possível encontrar uma série de tutoriais ensinando como mexer no After, desde principios básicos até os mais avançados. Embora a maioria dos tutoriais seja em inglês, é possível encontrar alguns que são em português e existem vários canais voltados para esse tema. Confira uma lista com alguns sites que oferecem bons tutoriais sobre After Effects:
 
 
 
 
 
 

Deixe uma resposta