Cultura e economia em debate

Mesa-redonda do FIAA promove discussões sobre o atual modo de produção cultural
ACI/Faac

A terceira noite do Fórum Ibero-Americano de Audiovisual e Arranjos Produtivos (FIAA) foi marcada pela mesa-redonda com o tema “Economia Política da Produção Cultural”. Os convidados para o debate foram a socióloga argentina Stella Puente, o poeta e cineasta Donny Correia e o professor da FAAC Francisco Machado.

Quem iniciou a discussão foi Stella Puente, que focou sua fala no impacto das novas tecnologias da indústria da música: “Com a digitalização dos conteúdos e o surgimento das novas tecnologias, a indústria dos bens culturais teve seu paradigma amplamente modificado, tanto na produção, quanto no consumo e no modelo de negócios”, explica a socióloga. Stella também falou sobre a “Lei dos Médios”, criada recentemente na Argentina, que aumenta a democratização no acesso e produção dos meios.
Em seguida, Donny Correia falou sobre o novo modelo de organização social e as dificuldades no investimento na cultura: “Um dos grandes problemas relacionados aos espaços culturais é o aporte de verba que será destinado para cada local. Isso é minimizado pela Lei de Incentivo à Cultura, mas ainda é um grande empecilho”, afirma Donny.
Já Francisco Machado abordou a TV digital sob diferentes aspectos. Primeiramente, o professor usou slides para mostrar as novas tecnologias de transmissão de conteúdos. Depois, ele explicou os impactos da digitalização e o posicionamento das emissoras diante dessa mudança: “Os canais de TV vão se preocupar muito mais com a qualidade da imagem do que com o conteúdo jornalístico produzido”, alerta o professor. Ao fim das exposições, os ouvintes presentes na sala 1 puderam tirar suas dúvidas e debater com os convidados. O FIAA continua sua programação com palestras, mesas-redondas e bate-papo até o dia 1º de junho.

Deixe uma resposta