e-Colab na Unesp é mais e-Colab

Cultura de Bauru passa a fazer parte dos projetos de extensão da Unesp
por Gabriela Ferri

O Blog de Cobertura Colaborativa de Bauru (e-Colab) se reúne na próxima quarta-feira (08) às 17 horas na sala PET, para apresentar aos alunos da Unesp seu projeto e a proposta do grupo. O e-Colab existe há dois anos e agora entra como projeto de extensão da Unesp.
O desafio é crescer no cenário sociocultural do município com o apoio da Unesp.  “Queremos convocar gente para escrever, planejar, criar, fotografar, filmar. Queremos contadores de histórias, que tenham personagens da cidade, gente que faz cultura, que se emociona, que não é visto e de gente que quer ser visto”, afirmam os responsáveis pelo projeto.

e-Colab + Unesp. Por quê?

A partir do segundo semestre desse ano o projeto se tornou um projeto de extensão da Unesp. Para os “defensores da liberdade editorial dos blogs independentes” essa parceria pode gerar conflitos.  A esses, parece que ao entrar como algo da universidade o desvirtuamento do projeto já é certeza, quando a subversão deve seguir sentido contrário, de fora pra dentro.
O e-Colab entra na Unesp devido ao seu potencial reconhecido (vide contemplação sobre Lei de Estímulo do município) e, única e exclusivamente para não mudar seu estilo, sua liberdade, sua essência que o projeto sempre teve. Com a extensão, o blog terá longevidade, terá futuro, terá maiores recursos e sem necessariamente modificar seu modo de ser.

Não conhece o e-Colab?

Muitos projetos da universidade incentivam a formação dos alunos, mas poucos acrescentam para a rotina da comunidade, que paga seus impostos e sustenta a faculdade. 
O e-Colab não tem em sua plenitude essa qualidade, mas é o seu maior propósito. Com quase dois anos de existência (completados em setembro) o blog teve como objetivo acompanhar a cultura alternativa bauruense através de coberturas multimídias.
No início como projeto interno do Enxame Coletivo o projeto cobriu festivais, manifestações e shows, sempre tentando pluralizar os pontos de vista, seja nas pautas ou nas abordagens nas coberturas. Em meados do ano passado, o e-Colab, por meio de sua lista de colaboradores, decidiu que deveria abranger mais as pautas e se tornar um blog independente, agora não mais dentro do Enxame Coletivo. 
Assim, trata-se de um blog de coberturas que busca um conteúdo próprio, sem depender apenas de eventos. As pautas buscam sempre cobrir questões de movimentos sócio-culturais subalternos, não hegemônicos, que tenham pouca visibilidade na cidade. É encarando esse difícil desafio que o e-Colab entra na Unesp: querendo crescer dentro e fora da universidade.


Deixe uma resposta