Panorama dos meios audiovisuais no México

Da Redação SICOM PET,
por Gerardo Martínez – estudante da Universidad Nacional Autónoma de México
Atualmente, o México está passando por uma situação complicada: os meios audiovisuais estão sendo utilizados como forma de protesto e mediação pública. A televisão, como já sabemos, é um meio de comunicação de massa que, até agora, tem apresentado um papel muito importante como intermediário na opinião pública e, na maioria das vezes, acompanha a lógica de produzir por lucro e controlar as tendências do telespectador mexicano. 
Este ano vai ser significativo para o controle dos meios eletrônicos e, sobre tudo, das redes sociais. Os vídeos que continuam na internet têm uma mensagem de protesto pelas situações eleitorais e a campanhas dos candidatos para a presidência da República. 
A página na internet mais famosa de vídeos no mundo, o Youtube, tem agora vídeos com características importantes que precisamos considerar. Como exemplo, existe uma nova página chamada Catolicadas feita pela organização Católicas por el Derecho a Decidir e que põe em evidência a falta de compromisso da Igreja Católica com os direitos humanos. A organização é uma associação civil que tem trabalhado no México desde 1994 pela defesa dos direitos das mulheres e jovens, especificamente seus direitos sexuais, incluindo o aborto seguro e legal, desde uma perspectiva ética, católica e feminista. A sua proposta é apresentar uma voz alternativa da hierarquia católica utilizando a animação para sua distribuição nos meios sociais da internet e, assim, chegar ao público jovem. 
A visita do Papa Bento XVI e o processo eleitoral no México foram as duas razões para a existência dessa organização. 
Veja abaixo um dos vídeos produzidos pela Católicas por el Derecho a Decidir:

Deixe uma resposta