PET Produção organiza Mesa Redonda sobre Ciência sem Fronteiras

Confira como foi o evento sobre experiências de intercâmbio organizado pelo PET – Produção

Da redação SICOM-PET, Catherine Paixão

Aconteceu na última quinta-feira (23) a Mesa Redonda sobre intercâmbios do programa Ciência Sem Fronteira, no anfiteatro do STI na Unesp Bauru. O evento foi realizado pelo PET Produção Unesp Bauru e tinha como objetivo auxiliar pessoas interessadas em intercâmbios.

pet 1
Os estudantes também comentaram curiosidades sobre os países (Foto: Daniela Leite)

A Mesa Redonda contou com cinco alunos do curso de Engenharia da Produção que foram viajar pelo programa Ciência sem Fronteiras. Os países comentados foram: Alemanha, França, Holanda, Estados Unidos e Reino Unido. Para escolher os alunos palestrantes o PET Produção selecionou os lugares mais procurados e que possuem maior número de inscritos

Diogo Duarte, membro do PET Produção, conta como surgiu a ideia da Mesa Redonda: “Alunos que estão em processo de intercambio tiveram muitas dúvidas quando estavam se escrevendo para a bolsa, desde o processo de inscrição em si até sobre o país, a escolha desse país, faculdades do exterior, como são as aulas lá fora, o que esperar do intercambio e etc”.

pet 2
Ao final do evento a platéia tirou todas as dúvidas com os intercambistas (Foto: Catherine Paixão)

Os palestrantes comentaram sobre as experiências profissionais, pessoais e culturais, desde como foi o estágio a como é viver em uma cidade diferente. Cada fala durou em torno de dez minutos e no final foi aberto um espaço para que o público pudesse tirar suas dúvidas.

Segundo Diogo, os alunos gostaram bastante da palestra, pois ela proporcionou a oportunidade de conhecer sobre a vida lá fora, tanto academica quanto cotidiana, e tirar as dúvidas pessoais. Além disso, ele acrescenta que “os ex-intercambistas também gostaram, pois puderam mostrar um pouco de como foram suas vidas lá fora”.

pet 3
Os palestrantes comentaram experiências profissionais e pessoais (Foto: Catherine Paixão e Daniela Leite)

Mateus Etruri, membro do PET Produção, comenta que o projeto pretende fazer mais eventos. “Um de nossos objetivos é trazer e produzir coisas que agregam para a comunidade acadêmica. Nós temos a intenção de realizar eventos como palestras, mini cursos e dinâmicas, que apliquem conceitos de engenharia de produção e visitas técnicas”, afirma o estudante.

Deixe uma resposta