PRIMEIRA CENA DE SEXO HOMOSSEXUAL NA NOVELA DAS (ONZE)

Novela das Onze – Conta a história fictícia sobre Joaquina (Filha de Tiradentes). (Foto: Divulgação/ TV Globo)

 

APÓS OS “POLÊMICOS” BEIJOS HOMOSSEXUAIS ENTRE CASAIS COMO: NICO E FÉLIX, CLARA E MARINA, CLAUDIO E LEONARDO, A GLOBO PROMETE QUEBRAR MAIS UM TABU

 

Da Redação SICOM – PET, Karina Rofato

 

As novelas sempre procuram abordar temas polêmicos, reflexivos, e que estão de alguma forma relacionados com o nosso dia a dia, dentro de nossa família, nosso trabalho, Universidade e em geral na nossa sociedade. Para chegarmos até o assunto sobre o Sexo Homossexual, abordado pela novela das nove “Liberdade Liberdade”, tivemos alguns acontecimentos anteriores que marcaram a história das novelas brasileiras.

 

A primeira novela cotada a transmitir um beijo homossexual na TV, foi “América” (2005), no qual ia ser protagonizado pelos personagens Junior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro), mas a cena foi cortada de ultima hora e não foi ao ar. Em 2011 também foi cortada a cena que continha um beijo entre os personagens da minissérie “Clandestinos – O Sonho Começou”.

O primeiro beijo homossexual acabou indo ao ar apenas em 2011, através da novela “Amor e Revolução”, e foi protagonizado pelas personagens Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Giselle Tigre) e a cena teve uma duração de 40 segundos.

 

Novela Amor e Revolução exibida pelo SBT em 2011 (Foto: Divulgação/SBT)
Novela Amor e Revolução exibida pelo SBT em 2011 (Foto: Divulgação/SBT)

 

Após 2 anos tivemos o beijo entre Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso), que foi ao ar no último capítulo da Novela “Amor à Vida” (2013 – 2014). Também tivemos o beijo entre os amantes Claudio (José Mayer) e Leonardo (Klebber Toledo) personagens da novela “Império” (2014 – 2015).

A novela das onze “Liberdade Liberdade” promete protagonizar a primeira cena de sexo homossexual da TV brasileira, que será encenada pelos atores Ricardo Pereira e Caio Blatt, no ar respectivamente como Tolentino e André. Segundo informações da equipe da novela, a cena já está gravada, editada e contará até com beijo caliente e nu traseiro. A previsão da mesma ir para o ar é o próximo dia 12 de julho.

 

Cena que antecede o momento do sexo entre os personagens Tolentino (Ricardo Pereira) e André (Caio Blatt) (Foto: Divulgação/Raphael Dias/TV Globo)
Cena que antecede o momento do sexo entre os personagens Tolentino e André (Foto:Divulgação/Raphael Dias/TV Globo)

 

A novela em questão se passa no início do século XIX, e o ato sexual entre duas pessoas do sexo masculino (sodomia), era considerado crime de lesa-majestade, e o castigo era o enforcamento. Não se tratava de preconceito, pois naquela época o conceito de homossexualidade nem existia, o ato entre pessoas do mesmo sexo era considerado anormal, pecado.

 

Emoção e Sentimento transmitido pelo olhar, a cena promete. (Foto: Divulgação/TV Globo)
Emoção e Sentimento transmitido pelo olhar, a cena promete. (Foto: Divulgação/TV Globo)

 

Dois séculos depois do contexto histórico da novela – em pleno ano de 2016 – temas como homossexualidade ainda são taxados como polêmicos, sendo que deveriam ser vistos com naturalidade. Isto acontece porque vivemos em uma sociedade preconceituosa e preponderantemente conservadora. Assim, as novelas tratando assuntos como estes nos ajudam a quebrar tais tabus.

 

Mais AMOR, por favor! (Foto: Reprodução/ Google)
Mais AMOR, por favor! (Foto: Reprodução/ Google)

 

“A Pior Violência é o Preconceito! ”

(Autor: Anônimo)

 

Quer saber mais sobre ‘Liberdade liberdade’? Veja aqui.

Mais: Receita de Pessoa Desconstruída

.

 

 

 

 

 

 

Wesley Anjos

Jornalista em formação, escritor e ator nas horas vagas. Típico amante das artes, é viciado em fabular e beber mate, não necessariamente nesta ordem.

Deixe uma resposta