Rádio UNESP Virtual: a reativação de um dos projetos de extensão de maior sucesso da UNESP

O projeto que atingiu seu auge em 2013 tenta se reerguer após 3 anos

Da Redação SICOM-PET, Maiara Freitas

(Foto: Reprodução/Facebook Oficial Rádio Unesp Virtual )
(Foto:Reprodução/Facebook Oficial Rádio Unesp Virtual)

 

Inaugurada experimentalmente em 2003, com o nome de web-rádio Mundo Perdido, a rádio UNESP Virtual (RUV) buscou desde seu princípio aliar ensino e prática, proporcionando aos alunos dos cursos de Comunicação Social da FAAC espaço, suporte pedagógico e tecnologia para trabalharem em um ambiente próximo ao profissional.

Toda a informação e programação da emissora era produzida e conduzida pelos universitários dos cursos de Jornalismo, de Rádio e TV e de Relações Públicas assistidos pelos professores coordenadores do projeto. A transmissão era feita via streaming – distribuição de conteúdo multimídia através da internet – já inserindo a web-rádio no cenário de convergência entre a programação radiofônica e o mundo digital.

O projeto veio a se consolidar em 2004, quando a Pró-Reitoria de Extensão Universitária (ProEx) da UNESP aprovou o projeto e os recursos que auxiliariam na organização de um estúdio e um servidor próprios. A adesão dos alunos foi significativa e, em 2013, em seu auge, o projeto contava com 150 estudantes, sendo 20 deles bolsistas.

O corte de bolsas no ano seguinte gerou o enfraquecimento do projeto, pois aos poucos os alunos foram desistindo, o que acarretou em seu fim. Após dois anos desativado, em 2016, o Grupo PET-RTV se tornou responsável pela retomada e administração da web-rádio UNESP Virtual.

 

 

A divisão de tarefas dentro da emissora será a mesma usada de 2003 a 2013. Ela continuará dividida em núcleos:

  • Núcleo de produção e gestão: formado pelos coordenadores de cada núcleo e por um coordenador geral e é responsável pela articulação entre os núcleos a fim de que o projeto tenha unidade e identidade, além de gerir as ações administrativas como gestão de pessoas, recursos e projetos;
  • Núcleo técnico: responsável pela operação técnica, locução, programação e produção;
  • Núcleo de conteúdos: responsável por toda e qualquer informação veiculada na rádio (engloba os núcleos de jornalismo, de esporte e o artístico);
  • Núcleo de comunicação: responsável por divulgar as atividades da web-rádio e auxiliar no desenvolvimento do projeto.

Uma comissão foi montada e diversas reuniões vêm sendo feitas semanalmente com os interessados acerca da reativação da emissora. Bruno Gomes, estudante do curso de jornalismo do terceiro ano, destacou que a programação terá conteúdo diário: “Vamos alternar entre produções ao vivo e outras gravadas ao longo da grade, deixando as reprises para sábado e domingo”, ele acrescentou.

Atualmente, os integrantes estão se preparando para já começar a gravar os pilotos para as transmissões teste, que deverão acontecer em breve.

Wesley Anjos

Jornalista em formação, escritor e ator nas horas vagas. Típico amante das artes, é viciado em fabular e beber mate, não necessariamente nesta ordem.

Deixe uma resposta